Destaque

Estampa Corporal - Mirem-se em Mim e vejam Jesus

Estoque: 100Disponibilidade: Imediata


De R$ 12,00
Por:
R$ 4,00
Economize  R$ 8,00
/ 100
Simulador de Frete
- Calcular frete

Corporal 

Mirem-se em Mim e vejam Jesus

Era manhã do dia 25/12/96, eu estava em minha residência da Vila Del Rey, em Nova Lima - MG, pintando o rosto de uma imagem da Rosa Mística, proveniente de Montchiari - Itália. Meu intuito era melhorar um pouco mais a pintura original, porque essa imagem faz parte de uma das 15 imagens da Rosa Mística. Estava utilizando uma tinta própria para pintura em tecido,visando obter uma tonalidade aveludada no rosto da imagem. Necessitei de um pedaço de pano, quando lembrei-me de um velho corporal (pano de linho usado nas Missas), que já não era mais usado. Fui então à Capela Missionária e o apanhei. Cuidadosamente, comecei a limpar o rosto da imagem. Ao abrir dois pequenos frascos de tinta (duas tonalidades de marrom), um deles rompeu-se e derramou um pouco de tinta sobre o corporal. Um pouco decepcionado com o acontecido e pesaroso por ter sujado o corporal, continuei o meu trabalho. De repente, o outro frasco também rompeu-se, provocando o mesmo. Como não havia nada o que fazer ,pus fim ao trabalho e fui deitar-me. No dia seguinte, ao arranjamos a mesa, onde estava  a imagem e o corporal, eu e minha empregada notamos, com surpresa, que no pano estava estampado o rosto de Cristo

Na terça-feira seguinte, dia 31/12/96, ao ditar a mensagem, Nossa Senhora me disse:

“Raymundo, no dia 25, te dei um presente. Desejo que fales a todos que, ao olharem Minhas imagens, procurem ver Jesus, pois é este o Meu desejo”.

No dia 14/01/97, ao ditar a mensagem semanal, Nossa Senhora a interrompeu para abençoar cópia desta estampa, que estavam sobre a mesa, e, em seguida, pediu a Raymundo que escreve-se sobre elas: “Mirem-se em Mim e vejam Jesus”, e que lesse João 20,1-10.

Na madrugada do dia 20/01/97, após ditar a mensagem semanal, Nossa Senhora pediu que, no domingo seguinte, não saísse de casa, a não ser para participar da Missa, permanecendo na Capela Missionária o quanto pudesse e que,se assim fizesse, teria uma bela surpresa.

No domingo seguinte, 26/01/97, amanheceu um dia muito lindo. Levantei-me um pouco ansioso e fui a Missa. Ao retornar fiquei a espera do que poderia acontecer. Sozinho na capela numa doce penumbra causada pela tarde, pus me a pensar na quilo que escutara de Nossa Senhora. Por volta das 18:00 horas, escutei a campainha tocar. Era um garoto de 16 anos, aproximadamente. Estava todo de branco, numa roupa sem mancha alguma. Olhos castanho-claros muito brilhantes, pele alva e cabelos castanho-claros, quase loiro. Entretanto, o que mais me chamou a atenção, naquele momento, e que ele estava descalço. Dirigindo-me a palavra, ele me disse:

Corporal

Mirem-se em Mim e vejam Jesus

- A paz do Senhor Deus, nosso Pai, esteja contigo! Posso entrar?

Eu, surpreso e sem saber o que fazer, o convidei para entrar. Ele, com uma surpreendente firmeza na voz, perguntou-me:

- podemos conversar na Capela Missionária?

- Podemos, mas quem és tu?

- Vamos a capela La serás esclarecido.

Ele entrou e me pediu que seguisse a frente. Chegando a capela, ele se assentou ao meu lado e eu lhe perguntei:

- Quem és ? Que deseja ?

- Raymundo Jesus e Maria Decidiram que eu viesse a teu encontro e pedisse que divulga-se, com maior entusiasmo possível, o presente que te deram neste Natal.

- Que presente? Explica– me, por favor, quem és.

- O presente, tu sabes, pois estas fazendo um belo altar para recebê-lo.

- Estás te referindo ao corporal que ficou manchado de tinta e nele apareceu o rosto de Nosso Senhor?

- Sim, isso mesmo!

- Mas, que és tu?

- Sou aquele que foi designado para permanecer ao teu lado, até o fim de teus dias.

- És um anjo?

- Para que compreendas, estou autorizado a dizer que sim.

Quando ele disse isso, lembrei-me, perfeitamente dos anjos que vira anteriormente. Eram parecidos o mesmo sorriso e o mesmo semblante sereno. Apesar de terem diferenças físicas havia algo nele que era comum aos outros. Levantei-me, encostei-me ao altar e comecei a rezar:

“Vinde Espírito Santo, sede minha força e entendimento”. E ele me disse:

- Não tenhas medo! Não vim te fazer mal algum, apenas te trazer esta mensagem do Senhor Jesus e de Sua Mãe Santíssima, e peço que escrevas o que vou te ditar.

Completamente perplexo com que estava acontecendo preparei-me para escrever. Foi quando ele ditou a seguinte oração, que escrevi de uma só vês, sem titubear:

“Meu Jesus Querido,

Permitistes que Vossa Mãe Santíssima realizasse o milagre de imprimir, no pequeno corporal, Vossa Sagrada Face, com a recomendação de que Vos vejamos refletido em todas imagens que representam as visitas dEla à Terra.

Permite-nós, Jesus Querido,que possamos realizar, em todo o mundo, o milagre de fazer cair o preconceito e ver em todos os nossos irmãos, independente de raça, credo ou cultura,também o reflexo do Vosso amor, para que tenhamos ciência de que, somente através desse amor, poderemos chegar até Vos.

Entregamos nas mão co-redentoras de Vossa muitas vezes Santa Mãe, a tarefa de continuar através dessas imagens, trazendo até nós Vossa Sagrada Face, para lembrar-nós que também somos a imagem e a semelhança de Deus Todo Poderoso, e que sejamos dignos disso. Amém.”

Terminada a oração ele completou:

- O Senhor e Sua Mãe Santíssima desejam que faças constar, no verso do que publicares do corporal o texto dessa oração. Eles desejam fornece a todos graças abundantes. Se rezarem com fervor estas palavras, farão descer no meio de todos a força de Seus Corações Unidos, para que não caiam na tentação do desamor e, por conseqüência de discórdia que os levam a guerras e lutas desnecessárias. Que a benção de Deus Pai Todo-Poderoso fique contigo e com todo o Grupo Missionário.

Em seguida, caminhou para o portão e se foi.

Nova Lima (MG), 26 de janeiro de 1997 - Capela Missionária - Vila Del Rey


Raymundo Lopes

 

 

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características


    Confira os produtos